sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Filmes emocionantes

Dramas distintos , que prometem te emocionar. estréia no  mês de dezembro nos cinemas.
Histórias emocionantes, pra quem gosta de um bom drama como eu , taí, recomendo!


 O Vendedor De Sonhos

Estréia 8 de dezembro de 2016
 Drama brasileiro
Direção; Jayme Monjardim
Elenco: Dan Stulback, César Troncoso , Thiago Mendonça entre outros.

O filme é uma adaptação do best-seller do mesmo nome. Do psicoterapeuta e escritor Augusto Cury.

Júlio César um psicólogo decepcionado com a vida em geral, tenta suicídio, mas é impedido por um mendigo, o "Mestre". Uma amizade peculiar surge entre os dois e, logo, a dupla tenta salvar pessoas ao apresentar um novo caminho para viver.

Vejam o trailer!





          ****




Resultado de imagem para viva filme


Nesta coprodução entre Irlanda e Cuba,a cidade de Havana é vista como local de informalidades.
Gênero: drama
Diretor: Paddy Breathnach
O filme foi escolhido como entrada de melhor filme estrangeiro para os Prêmios Óscar 88, pela lista restrita de dezembro de nove filmes, mas ele não foi nomeado.

O filme conta a história de um menino gay que quer ser uma drag queen e tem que lutar contra seus pais homofóbicos e sexistas, o jovem que trabalha como penteador de perucas em um cabaret vive um drama ao se deparar com seus impulsos sexuais. A história se agrava quando seu pai, um famoso ex-boxeador, que até então era  dado como morto reaparece cheio de preconceito e resistência em aceitar um filho homossexual.
Veja o trailer oficial!




                         ****



Beleza Oculta


Estréia mundial 16 de dezembro
Estreia  no Brasil 16 de 2017
Em Portugal 22 de dezembro 2016
Estrelando: Will Smith, Kate Winsley, Keira Knighttley e Helen Mirren
Direção; David Frankel

Sinopse :

Após uma tragédia pessoal, Howard (Will Smith) entra em depressão e passa a escrever cartas para a Morte, o Tempo e o Amor-algo que preocupa seus amigos. Mas o que parece impossível, se torna realidade quando essas três partes do universo decidem responder. Morte( Helen Mirren), Tempo (jacob Latimore) e Amor (Keira Knightley) vão tentar ensinar o valor da vida para o protagonista.



Howard Inlet (Will Smith), é um bem-s

ucedido executivo de publicidade de Nova Iorque.
Quando sofre uma traResultado de imagem para beleza ocultagédia pessoal e entra numa espiral de igos reúnem-se e esboçam um plano drástico para interceder antes que ele perca tudo.
Levando-o até ao seu limite, eles forçae u
ma maneira surpreendente e profundavvnte humana.

                ***

             Um Limite Entre Nós


Resultado de imagem para fences filme

Um Limite Entre Nós Um filme dirigido e estrelado pelo próprio Denzel Washington que contracena com Viola Davis, Mykelti Willians,
e uma adptação de uma peça de teatro vencedora do prêmio PULITZER.
Roteiro de Algust Wilson

Estréia nos Estados unidos no dia 25 de dezembro. no Brasil ainda não tenho informação da data de lançamento.
A história de Troy Maxson (Denzel Washington), prodígio do baisebol que nunca conseguiu ir longe na carreira por conta da cor de sua pele e acabou encontrando fonte de sustento de sua família como coletor de lixo.

Vejam o trailer!



terça-feira, 29 de novembro de 2016

Que "saia - justa"!

Olá amigos, existem  situações na vida que são tão complicadas, que agente as vezes chaga a pensar: -essas coisas só acontecem comigo! :((
Pois é, mas acontece com muita gente,  é a chamada "saia justa". Quem na vida nunca passou por situação tipo: "não é o que pare ser!"?  Quem nunca passou, é porque ainda vai  passar, pode crer!
 *-*Não Bastando o vexame,  logo aparece alguém na tentativa de amenizar as coisas,  e diz :- ta tudo bem essas coisas acontece, não se preocupe! *-*
Rsrsrs, ai você fica mudo e não consegue nem falar nada, rs (tem gente que fica até vermelho)  porque quanto mais se tentar explicar, mais enrolada vai ficar a situação. *-*

Então, Por conta disso resolvi postar hoje esse conto muito engraçado, que mostra exatamente como as coisas podem piorar  ainda mais  diante de uma "saia justa".
Vejam!! É um Conto de Monteiro Lobato

Resultado de imagem para ilustracóes de vergonha



O fígado Indiscreto (parte 1)

o Inácio era o rei dos acanhados. Pelas coisas mínimas, avermelhava, saía fora de si e permanecia largo tempo idiotizado. O progresso do seu namoro foi, como era natural, menos obra sua que da menina, e da família de ambos, tacitamente concertadas numa conspiração contra o celibato do futuro bacharel. Uma das manobras constou do convite que ele recebeu para jantar nos Lemos, em certo dia de aniversário familiar comemorado a peru. Inácio barbeou-se, laçou a mais famosa gravata, floriu de orquídeas a botoeira, friccionou os cabelos com loção de violetas e lá foi, de roupa nova, lindo como se saíra da forma naquela hora. Levou consigo, entretanto, para seu mal, o acanhamento. - e daí proveio a catástrofe... Lá, enquanto engoliam a sopa, teve tempo de voltar a si e arrefecer as orelhas. Mas não demorou muito no equilíbrio. A culpa aqui foi da dona da casa. Serviu-lhe dona Luiza, um bife de fígado sem consulta prévia. Esquisitice dos Lemos: comiam-se fígados naquela casa até nos dias mais solenes. Esquisitice do Inácio: nasceu com a estranha idiossincrasia de não poder sequer ouvir falar em fígado - seu estômago, seu esôfago e talvez seu próprio fígado tinham pela víscera biliar uma figadal aversão. E não insistisse ele em contrariá-los: amotinavam-se repelindo indecorosamente o pedaço ingerido. Nesse dia, mal dona Luiza o serviu, Inácio avermelhou de novo, e novamente saiu fora de si. Viu-se só, desamparado e inerme ante um problema de inadiável solução. Sentiu lá dentro o motim das vísceras; sentiu o estômago, encrespado de cólera, exigir, com império, respeito às suas antipatias. Inácio parlamentou com o órgão digestivo. Mostrou-lhe que mau momento era aquele para uma guerra intestina. Tentou acalmá-lo a goles de Clarete, jurando eterna abstenção para o futuro, Pobre Inácio! A porejar suor nas asas do nariz, chamou a postos o heroísmo, evocou todos os martírios sofridos pelos cristãos na era romana e os padecidos na era cristã pelos heréticos; contou um, dois e três e glup! Engoliu meio fígado sem mastigar. Um gole precipitado de vinho rebateu o empache. E Inácio ficou a esperar. De olhos arregalados, a revolução intestina. O calouro, entretanto, não deu fé da tagarelice; surdo às vozes do mundo, todo se concentrava nas vozes viscerais. Além disso, a tortura não estava concluída; tinha ainda diante de si a segunda parte do fígado engulhento. Era mister atacá-la e concluir de vez a ingestão penosa. Inácio engatilhou-se de novo e - um, dois, três: glup! Lá rodou, esôfago abaixo, o resto da miserável glândula. Maravilha! Por inexplicável milagre de polidez, o estômago não reagiu. Estava salvo Inácio. E como estava salvo, voltou lentamente a si, muito pálido, com o ar dos ressuscitados. Chegou a rir-se. Estava nessa doce beatitude, quando: - Não sabia que o senhor gostava tanto de fígado, disse-lhe dona Luiza, vendo-lhe o prato vazio - repita a dose. Fora de si outra vez, o pobre moço exclamou, tomado de pânico: - Não! Não! Muito obrigado! E não houve salvação! Veio para o prato de Inácio um novo naco - este formidável, dose dupla. Um criado estouvadão, que entrava com o peru, tropeçou no tapete e soltou a ave no colo de uma dama. Gritos, reboliço, tumulto. Num lampejo de gênio, Inácio aproveitou-se do incidente para agarrar o fígado e metê-lo no bolso. Salvo! Nem dona Luiza nem os vizinhos perceberam o truque - e o jantar chegou à sobremesa sem maior novidade.

 Monteiro Lobato.

Postagem em destaque

25 Atrizes negras internacionais que você deve conhecer

Elas estão nos filmes premiados do cinema e nas séries de TV fazendo os mais variados papeis, mas ainda sim, não sabemos os seus nomes. C...